A volta da 55 quebrou as pernas do Tempo:

topic

“E não culpo a cidade, o pai”

§- Já não é mais novidade a volta da 55. Mas eu – por mim – só tomei nota disso realmente quando voltei a ouvir Los Hermanos nela, coisa que fazia em 2013. Três anos. A gente toma uma topique lotada e o Tempo levante pra gente sentar. Ele costuma ser assim. Fazer a linha.

§- A música era Primeiro Andar. Do disco 4. Tem um verso muito lindo e a voz do Amarante é a loa do sineiro. “Eu preciso andar / Um caminho só / Vou buscar alguém / Que eu nem sei quem sou“.

§- Eu não sabia quem eu era em 2013. Só sei agora.

§- A gente nunca sabe quem a gente foi em 2013, na verdade.

§- A 55 quebrou as pernas do Tempo. O motorista arrancou no amarelo. O Tempo atravessava a 13 de Maio.

Anúncios

Autor: Vasil

Estudante de Letras, fascinado por crítica cultural, leitor de coisas velhas e mofadas, péssimo em resumir-se.

Uma consideração sobre “A volta da 55 quebrou as pernas do Tempo:”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s