21 Princípios da “Militância” Contemporânea:

libertê

Playmobil guiando o povo, Pierre-Adrien Sollier  

Para a direita:

§- Fale, em ritmo de ladainha, que na universidade brasileira só há espaço para autores esquerdistas. Enquanto isso, ignore as leituras de Max Weber. Dê preferência a vídeos de ex-astrólogos.

§- Programa de ação é coisa de bolchevique comedor de criancinhas. Marche para Brasília. Para que, afinal? Chegando lá se descobre. Não se esqueça de desistir no meio do caminho.

§- Para dar caráter crítico ao seu movimento, não esqueça o vocabulário técnico: “Comunismo”. Qualquer coisa além disso é doutrinação marxista.

§- Fale que imposto é imoral e que serviços público são desnecessários. Não se esqueça de chorar para o papai Estado quando sua empresa falir.

§- Liberdade é liberdade para comprar e vender almas e mercadorias.

§- Não frequente aulas. De nenhuma tipo. A não ser que um ex-astrólogo oferte cursos ilegais. Pague por eles, é um bom investimento.

§- Livro é coisa de professoreco marxista. No livre-mercado, a educação política deve se basear em memes de internet.

§- Pense em bloco. Quem lê o que não leio é pilantra. Quem discorda do que falo é esquerdopata.

§- Critique todo tipo de imprensa. Ataque jornais, revistas e sites. Não esqueça de compartilhar notícias deles quando agradam seu ponto de vista.

Para a esquerda:

§- Force uma separação entre teoria e prática. Desconsidere completamente a primeira. Imite o utilitarismo barato daqueles que tanto combate.

§- Compartimente ao máximo as causas. Na hora da autocrítica, a culpa é sempre da célula vizinha.

§- Programa de ação é ideologia burguesa. Na dúvida, leve um tambor.

§- Para dar caráter crítico ao seu movimento, não esqueça o vocabulário técnico: capitalismo opressor“. Qualquer coisa além disso é elitismo academicista.

§- A História parou em 1968. Portanto, imite a visão binária do Estruturalismo de vulgata.

§- Pense em bloco. Quem lê o que não leio é pilantra. Quem discorda do que falo é direitista.

§- Livro é coisa de elitizado opressor. Na pós-modernidade, a educação política deve se basear em memes de internet.

§- Critique todo tipo de imprensa. Ataque jornais, revistas e sites. Não esqueça de compartilhar notícias deles quando agradam seu ponto de vista.

Para o centro:

§- Diga que a verdade está no meio. Sempre. No fim, faça pactos com quem tiver mais dinheiro e diga que investirá em programas sociais quando terminar a construção do viaduto faraônico.

§- Diga que paciência é virtude e que faz bem esperar três ou cinco gerações para terminar o viaduto.

§- Diga que investirá em programas sociais quando terminar a construção do novo viaduto, uma vez que o outro foi derrubado pela chuva.

§- Leve sempre uma liga de cabelo para onde for, a fim de manter o rabo bem preso.

Anúncios